Home

A gravidez e as dores menstruais

Gravidez e as Dores Menstruais

Gravidez e as Dores Menstruais

As dores menstruais são um tema bastante familiar para muitas mulheres, manifestando-se ora de forma mais grave, ora de maneira mais amena, conforme os casos. Como o nome indica, resultam do processo de menstruação e das alterações que o corpo da mulher vivencia durante o período.

As cólicas menstruais são fruto das contracções dos músculos uterinos e é a forma de o útero eliminar o endométrio que mensalmente se prepara para receber uma gravidez. Durante a gestação de um bebé é comum as futuras mamãs sentirem dores semelhantes às cólicas menstruais. É, contudo, errado falar em dores menstruais, uma vez que a menstruação não ocorre durante a gravidez.

 

 

A culpa é das hormonas

No início da gestação, algumas mulheres sentem aquilo que lhes parecem dores menstruais. Estão em causa as alterações hormonais do corpo que se vai preparando para a responsabilidade da maternidade. É assim habitual ocorrer inchaço abdominal e dores nas costas, sintomas de gravidez confundidos muitas vezes com cólicas menstruais.

Nesses primeiros meses, a mulher grávida sente muitas vezes que a sua barriga está a ser torcida por dentro. Mas atenção, é preciso estar atenta a estas cólicas semelhantes às menstruais, pois, quando se apresentam de forma intensa e contínua, poderão ser sinal de contracções prematuras do útero, o que poderá provocar um aborto. Nesses casos é pertinente procurar de imediato um médico.

Dores menstruais e contracções de Braxton-Hicks

Na segunda fase da gestão as dores na zona do abdómen, com uma sensação de pressão e de endurecimento da barriga, são habituais. São as chamadas contracções de Braxton-Hicks. Para muitas mulheres estas contracções apresentam-se de modo muito semelhante às cólicas menstruais. Contudo, não são bem a mesma coisa. Aliás, quando as contracções forem acompanhadas de dores idênticas às cólicas menstruais, pode ser sinal de que a mulher vai entrar em trabalho de parto.

Quando isto se verifica, a mulher deve procurar de imediato o seu médico. Este deverá indicar-lhe o repouso absoluto, de modo a que a gestação prossiga até à fase em que o bebé poderá nascer sem problemas.

O magnésio ajuda a reduzir as cólicas

A toma de magnésio durante a gravidez é um factor muito comum a várias mulheres. Esta substância também pode ser usada, em suplementes vitamínicos, por exemplo, para atenuar as dores menstruais. Durante a gravidez, o magnésio pode ser prescrito pelo seu médico como forma de reduzir as contracções, no sentido de não causar um aborto ou um trabalho de parto prematuro.

Sinais de trabalho de parto

No último trimestre da gravidez, são frequentes as cãibras na zona abdominal, bem como as dores na bacia e na zona das costelas. É o organismo que se vai preparando para o grande momento do nascimento e é pertinente que esteja particularmente atenta aos sintomas de trabalho de parto. As dores, semelhantes às cólicas menstruais, mas ainda mais persistentes e contínuas, serão um claro indício de que o seu bebé estará prestes a conhecer o mundo. Respire fundo, acalme-se e ganhe forças para encarar a missão que a aguarda.

Dra Rita Carvalho

Artigo revisto em 03-07-2013 por Dra Rita Carvalho, Ginecologista na Clínica da Saúde Feminina.

 

Qualquer imprecisão, incorreção ou adenda a esse artigo devem ser comunicados atráves dessa página.


Patrocínios

O que achou do artigo?