Home

A medicina chinesa e as cólicas menstruais

A medicina chinesa e as colicas menstruais

A medicina chinesa e as colicas menstruais

As dores menstruais são familiares para a maioria das mulheres, manifestando-se em cada caso de um modo semelhante, mas com intensidade e constância diferentes. E o modo de lidar com o problema também diverge de situação para situação, conforme a própria força interna de cada mulher.

Na maioria das situações, as mulheres recorrem a analgésicos comuns para aliviarem o problema, revelando-se estes mais ou menos eficazes nesse propósito. Outras preferem os truques caseiros, como a botija de água quente ou os chás da avó, para amenizarem o incómodo.

Uma boa alternativa para aquelas que preferem não intoxicar o corpo com medicamentos industrializados é a medicina chinesa.

Como os chineses explicam as dores menstruais

Na filosofia que rege os princípios da Medicina Chinesa as dores menstruais têm a ver com um desequilíbrio nas energias interiores das mulheres, mais concretamente, com a energia chi.
De acordo com os chineses, este tipo de dores resultam da estagnação do sangue ou da energia chi.

Quando a energia chi se encontra menos fluída do que o sangue verificam-se as dores nos seios, nas costas e na barriga, registando-se ainda as tensões pré-menstruais a par de um ciclo menstrual com pouco sangramento. Quando é o sangue que se encontra menos fluido do que a energia interna há a ocorrência de dores menstruais intensas que costumam terminar com o início do ciclo menstrual.

Estes desequilíbrios que se podem verificar, em termos do chi e da própria fluidez sanguínea, podem estar relacionados com tensões emocionais.

Como a medicina chinesa trata as dores menstruais

Antes de preconizar um tratamento adequado para cada caso, o profissional de Medicina Chinesa terá que proceder a um cuidadoso exame no sentido de apurar qual o ponto ou pontos de desequilíbrio internos que promovem as dores menstruais.

Esse exame passa pela análise profunda das energias interiores por via da interpretação de sintomas e de sinais do corpo da mulher. O profissional deverá avaliar o estado da sua língua, dos seus olhos, da sua face, do seu corpo em geral e de cada parte dele em particular.

Só depois de plenamente identificado o desequilíbrio ou desequilíbrios ele procederá ao esquema de tratamento recomendado.

A acupunctura é uma das técnicas mais utilizadas no tratamento de dores menstruais. Em alguns casos, as cólicas menstruais mais fortes e persistentes poderão ser tratadas com uma simples sessão de acupunctura. Mas tudo depende sempre dos desequilíbrios energéticos detectados. Situações há que requerem um tratamento mais cuidado e demorado.

Vantagens do recurso à Medicina Chinesa:

  • Não utiliza medicamentos industrializados, logo o seu corpo não sofrerá com as agressões de químicos;
  • Não apresenta efeitos secundários;
  • Não está associada a sentimentos de stress ou de ansiedade – pelo contrário, costuma contribuir para a sua diminuição;
  • Promove um rápido alívio das dores;
  • Apresenta efeitos de longo prazo, muitas vezes permanentes.

Desvantagens do recurso à Medicina Chinesa:

  • Pode não ser acessível a todas as mulheres, pois é uma prática ainda pouco generalizada e poderá ser difícil encontrar profissionais na sua área residência;
  • Preço pode ser pouco acessível, já que há ainda poucos profissionais a exercer.
Dra Rita Carvalho

Artigo revisto em 21-07-2013 por Dra Rita Carvalho, Ginecologista na Clínica da Saúde Feminina.

 

Qualquer imprecisão, incorreção ou adenda a esse artigo devem ser comunicados atráves dessa página.


Patrocínios

O que achou do artigo?