Home

Dieta para aliviar as dores menstruais

Dieta e as cólicas menstruais

Dieta e as cólicas menstruais

A manutenção de uma boa alimentação é uma forma fácil e bastante inteligente de reduzir os sintomas associados à Tensão Pré-Menstrual. Muitas mulheres não estão cientes de como é importância apostar nos alimentos certos para, entre outros benefícios, promover a redução das cólicas menstruais.

Uma dieta saudável e pensada contribui para o bem-estar geral do organismo e acarreta um equilíbrio interno que se reflecte também no ciclo menstrual da mulher.

A maior parte dos sintomas relacionados com a Tensão Pré-Menstrual resultam da produção de prostaglandinas, substâncias que funcionam como as hormonas e que intervêm no fluxo sanguíneo e na oxigenação do útero, sendo assim grandemente responsáveis pelas cólicas menstruais. Ora há uma série de alimentos que promovem a redução da quantidade de prostaglandinas no organismo da mulher, designadamente as bananas, as lentilhas, o grão-de-bico, o atum e a paprica.

Consumir alimentos com cálcio, alimentos ricos em fibras, tais como as frutas, os legumes e os cereais, também ajuda a combater as cólicas menstruais. Produtos ricos em Ómega-3, como o salmão, o bacalhau e as nozes, são outra boa alternativa para aliviar as dores.

Assim, para ficar a par do que deve comer e do que não deve comer, leia com atenção o que se segue…

Dicas para uma alimentação “amiga” do período

  • Consuma vitamina B6, pois esta promove a eliminação do inchaço e consequentemente alivia as dores menstruais.
  • Aposte no gérmen de trigo como forma de aliviar as cólicas menstruais.
  • Use e abuse da salsa e do gengibre, pois são ricos em substâncias que ajudam a aliviar as dores.
  • Aumente a ingestão de alimentos integrais durante os dias que antecedem o período e durante a fase menstrual. Aposte em pães e torradas integrais e em biscoitos com fibra.
  • Aumente o consumo de peixes ricos em Ómega-3 como o salmão, o atum e a sardinha.
  • Tenha sempre à mão castanhas e nozes, frutos secos que são ricos em Ómega-6 e que ajudam no combate às dores menstruais.
  • Procure substituir os doces e as sobremesas por frutas ou saladas de fruta, só terá a ganhar com isso.
  • Prefira queijos brancos, iogurtes “lights” e leite magro.
  • Opte maioritariamente pelos legumes de folhas verdes escuras que são mais ricos em cálcio.
  • Aumente o consumo de água durante a fase da menstruação. Deve, de resto, manter sempre o hábito de consumir cerca de dois litros de água por dia para se manter hidratada e com o metabolismo a funcionar em pleno.
  • Coma pouco e várias vezes ao dia – é a forma ideal de promover uma boa alimentação rotineira.

O que deve evitar

  • O consumo de álcool e de cafeína é proibido durante a fase menstrual – nada de coca-cola ou de vinho! Nem pense no café! E evite os chás com cafeína.
  • Diminua o consumo de sal e de açúcar – é um bom conselho para o resto dos dias, mas que se assume vital durante a menstruação, para não sofrer tanto com as dores menstruais.
  • Retire do seu cardápio alimentos ricos em gorduras. Prefira os grelhados aos fritos e nem pense em “fast-food”. A diminuição do consumo de gorduras ajuda a evitar a retenção de líquidos e a aliviar as dores menstruais.
Dra Rita Carvalho

Artigo revisto em 19-07-2013 por Dra Rita Carvalho, Ginecologista na Clínica da Saúde Feminina.

 

Qualquer imprecisão, incorreção ou adenda a esse artigo devem ser comunicados atráves dessa página.


Patrocínios

O que achou do artigo?